Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba Imagem de Morungaba
Conclusão das obras do Caps em Morungaba está prevista para final deste semestre
12.mar

Conclusão das obras do Caps em Morungaba está prevista para final deste semestre

As obras do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) em Morungaba, iniciadas em junho de 2018, têm previsão de término para o mês de junho deste ano. 
A verba com o valor total de R$ 1.290.725,03 foi concedida ao município pelo Governo Federal por meio do Ministério da Saúde. 
O objetivo dos CAPS é oferecer o acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. É um serviço de atendimento de saúde mental criado para ser substitutivo às internações em hospitais psiquiátricos.
Em Morungaba, atualmente os pacientes utilizam dos serviços da Prefeitura da Estância por meio da Unidade de Atendimento Psicossocial, conhecida como “Saúde Emocional” em um imóvel particular locado pela prefeitura pelo valor mensal de R$ 890, na Rua Adhemar Frare, no bairro São Benedito.
O novo espaço está localizado na Avenida Miguel José Miguel, no Bairro Brumado, e oferecerá uma infraestrutura melhor que atual para o atendimento dos pacientes. 
O Prefeito de Morungaba Marco Antonio de Oliveira explica que o investimento foi obtido por meio do empenho do deputado federal Ricardo Izar junto ao Ministério da Saúde. 
O projeto prevê um espaço de acolhimento sanitários masculinos e femininos, sala administrativa, sala de reunião, almoxarifado, arquivo, três salas de atendimento, farmácia, Sala de Procedimento, Sala de medicação, Posto de Enfermagem, duas salas de atividades coletivas , espaço de convivência, refeitório, cozinha, banheiros com vestiários, depósito de material de limpeza, área de serviços, área externa de convivência, área externa de embarque e desembarque entre outras instalações.
“É muito gratificante poder oferecer um melhor atendimento aos pacientes que por algum motivo emocional procuram esse tipo de atendimento, além do que sairemos de mais um aluguel e indo para um prédio próprio com muito mais espaço e que com certeza proporcionará um melhor atendimento aos pacientes”, comentou o prefeito Marquinho.